Você está aqui: Página Inicial
Quarta-feira, 21 de Outubro de 2020
 
Últimas Notícias
11/03/2020
Fonte: Diário de Pernambuco
Setor de franquias do Nordeste cresce acima da média nacional
Enquanto o setor de franquias registrou crescimento de 7% na média nacional em 2019, o Nordeste teve uma alta maior, que chegou na casa dos 8,5%. A região fechou o ano passado com 945 redes atuantes, um aumento de 12% em relação a 2018. Já em número de unidades, foram 16.350 pontos de vendas. O faturamento cresceu 9%, alcançando R$ 25 bilhões, segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF). A expectativa para 2020 é ainda melhor, com estimativa de incremento de 9% na média nacional, seguindo a tendência de uma alta maior na região. Um mercado pujante que terá a atenção voltada durante a EFN - Expo Franquias Nordeste, que acontece entre os dias 12 e 14, no RioMar Shopping. A expectativa é atrair cinco mil visitantes e gerar R$ 85 milhões em negócios.
 
O cenário econômico atual é interessante para o setor de franquias. "Alguns itens tracionam e um deles é o desemprego porque as pessoas estão procurando empreender. Muitas grandes empresas jogaram bons executivos com bons perfis para serem franqueados. E outro é a baixa da Selic, que faz com que as pessoas tirem o capital especulativo dos bancos e passem a investir no capital produtivo, que são as franquias. E empreender é o grande negócio para o país", afirma Leonardo Lamartine, diretor da regional Nordeste da ABF.
 
A região tem um bom potencial de crescimento. "O Nordeste tem crescido um pouco acima da média nacional porque tem vacância de mercado, não só em termos do custo de ocupação, mas em espaços a ser locáveis, locais para as franquias serem instaladas. E também não tem a saturação do mercado, no Sudeste está mais saturado que o Nordeste. Até marcas de lá estão com os olhos na região para investir e angariar franqueados e expandir o mercado", acrescenta.
 
Segundo Lamartine, depois do período de recessão econômica, esse é o momento para quem busca empreender e, por isso, a EFN - Expo Franquias Nordeste, feira oficial de franquias da ABF do Norte e Nordeste, se mostra importante para a região. "Pernambuco é um celeiro de franqueadoras, tem mais de 180 instaladas, e a Bahia tem a maior quantidade de franquias instaladas. O mercado está pujante e esse é o momento para quem quer empreender, não necessariamente de hoje para amanhã. É o tempo de pesquisar em qual franquia vai investir, passar pelo processo de implantação, que dura entre três e seis meses, para poder aproveitar a boa recuperação econômica. Sabemos que essa foi uma das maiores recessões, mas depois dela vem uma recuperação econômica acima do normal e esperamos que isso aconteça a partir do final de 2020", ressalta o diretor.
 
A feira
Depois de cinco anos, Pernambuco recebe uma feira focada no setor de franquias. A EFN, realizada pela Insight Feiras & Negócios, é voltada para empreendedores, profissionais do setor de franquias, fornecedores, franqueados, consultores e interessados em franchising. Serão mais de 80 marcas de franquias e oportunidades de networking e expansão de empreendimentos. Haverá opções de franquias entre R$ 29 mil e R$ 880 mil.
 
Além da feira, acontece em paralelo, nos dias 12 e 13 de março, no Teatro RioMar, o Congresso de Franquias e Varejo Norte e Nordeste, com mais de 20 horas de conteúdo com nomes do franchising brasileiro. O ingresso para os três dias da EFN custa R$ 15, já o bilhete que dá direito a feira e ao congresso sai por R$ 90. Já para quem quer empreender e tem dúvidas, o Sebrae Pernambuco vai realizar atendimentos durante os três dias de evento e uma programação gratuita com 11 palestras.

 

 

© 2000 - 2020 - Licite Assessoria. - Todos os direitos reservados
Central de Atendimento: (81) 3468.2486 / 3071-1766 - Das 08:00 às 17:00hs (Horário Comercial)